domingo, 30 de novembro de 2008

Vamos falar de solidariedade...


Eu poderia falar horas e horas sobre essa trágédia, mas acho que as imagens falam mais do que as palavras...






































Não é excesso de chuvas, não é uma temporada ruim, não é uma plantação comprometida. Estamos falando de gente que perdeu tudo. De litros de leite sendo vendidos a R$10,00.
São pessoas passando sede, fome e muito frio...

Não é hora de fazer textos apontando a ineficiência do governo, irônicos ou cheios de razão e argumentos politizados.


Eu não poderia deixar de fazer meu dever...

Vamos ajudar da maneira que pudermos, afinal somos todos iguais neste mundo de "Deus", somos todos "irmãos"!

Se você puder ajudar,
deposite a sua doação
na conta da Defesa Civil de Santa Catarina:



Você também pode doar cobertores,
lençóis, fronhas, roupas em geral e alimentos prontos, como biscoitos e enlatados.

Para doações diretas têm também:








sábado, 29 de novembro de 2008

Sobre solidariedade...



Achei, que devia dividir o significado desta palavra com todos...
Tente praticá-la mais, você terá um sentido maior em sua vida...

O que é Solidariedade?

Não se trata de um sinônimo moderno para voluntariado — esta forma de ação é, na verdade, um de seus produtos. Também não é caridade, compaixão ou assistencialismo.
Na verdade, ela vai além de tudo isso. Como já indica o radical da palavra, é enxergar o grupo como algo sólido, interessar-se pelos outros e fazer algo por eles.
"Não é apenas de um sentimento, mas uma postura diante da vida, uma disposição para se colocar como alguém que não está sozinho".

(Fonte: Wikipédia)


sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Use filtro solar...

Navegando como sempre...
Encontrei este texto na internet, que acho que todos já conhecem ou se não conhecem devem conhecer...

Ele veio de um texto lido por um orador em uma cerimônia de formatura nos EUA no ano de 1997.
Em 1º de Junho daquele mesmo ano, a jornalista Mary Schmich publicou o texto em sua coluna no jornal The Chicago Tribune.
Foi a partir disso que a redação chamada "Wear Sunscreen" circulou o mundo através de e-mails e chegou nas mãos de Ray e Borgui.
Eles transformaram o texto em um vídeo emocionante e bem produzido, com imagens do cotidiano editadas em formato videoclipe.
São 7:05 minutos de filme, uma produção maravilhosa que conta tanto com a narração do famoso texto como com uma trilha sonora fantástica.

No final temos um comercial institucional de arrepiar, que não fala de uma empresa, fala de todos nós, para todos nós.
Pensamentos que, se seguidos, podem tornar a vida muito melhor e mais divertida. Sem tantas preocupações, sem tanto stress.


Gostaria de dividir esta inspiração "Divina" com vocês...
Para quem conhece é bom recordar...

E para quem não conhece, sinta- se a vontade para se sensibilizar...


Ps: Logo abaixo o vídeo que foi produzido, inspirado por este lindo texto...



Use Filtro solar...

Se eu pudesse dar um conselho em relação ao futuro, eu diria:"usem filtro solar".
O uso em longo prazo do filtro solar, foi cientificamente provado.
Os demais conselhos que dou baseiam-se unicamente em minha própria experiência.
Eu lhes darei esse conselho:

Desfrute do poder e da beleza da sua juventude.
Oh, esqueça...
Você só vai compreender o poder e a beleza quando já tiverem desaparecido.
Mas acredite em mim. Dentro de vinte anos você olhará suas fotos e compreenderá de um jeito que você não pode compreender agora quantas possibilidades se abriram para você e o quão fabuloso você era...
Você não é tão gordo(a) quanto você imagina.
Não se preocupe com o futuro.
Ou se preocupe, mas saiba que se preocupar é tão eficaz quanto tentar resolver uma equação de álgebra mascando chiclete.
É quase certo que os problemas que realmente têm importância em sua vida, são aqueles que nunca passaram pela sua mente, tipo aqueles que tomam conta da sua mente às 4 horas da tarde de uma terça-feira ociosa.
Todos os dias faça alguma coisa que te assuste.
Cante.
Não trate os sentimentos alheios de forma irresponsável.
Não tolere aqueles que agem de forma irresponsável em relação aos seus sentimentos.
Relaxe.
Não perca tempo com inveja.

Às vezes você ganha, às vezes você perde.

A corrida é longa, e no final, tem que contar só com você.
Lembre-se dos elogios que você recebe.
Esqueça dos insultos. (Se você conseguir fazer isso, me diga como...)

Guarde suas cartas de amor.

Jogue fora seus velhos extratos bancários.

Estique-se.
Não tenha sentimento de culpa por não saber o que você quer fazer da sua vida.
As pessoas mais interessantes que eu conheço não tinham, aos 22 anos, nenhuma idéia do que fariam na vida.
Algumas das pessoas interessantes de 40 anos que eu conheço ainda não sabem.
Tome bastante cálcio. Seja gentil com seus joelhos.
Você sentirá falta deles quando não funcionarem mais.
Talvez você se case, talvez não.
Talvez tenha filhos, talvez não.

Talvez você se divorcie aos 40.
Talvez você dance uma valsinha quando fizer 75 anos de casamento.

O que você fizer, não se orgulhe, nem se critique demais.
Todas as suas escolhas tem 50% de chance de dar certo.
Como as escolhas de todos os demais.
Curta seu corpo da maneira que puder.

Use-o de todas as formas que puder.

Não tenha medo dele ou do que as outras pessoas pensam dele.
Ele é o maior instrumento que você possuirá.

Dance.
Mesmo que o único lugar que você tenha para dançar seja sua sala de estar.
Leia todas as indicações, mesmo que você não as siga.

Não leia revistas de beleza. Elas só vão fazer você se sentir feio.
Saiba entender seus pais.
Você não sabe a falta que você vai sentir deles quando eles forem embora pra valer.
Seja agradável com seus irmãos.
Eles são seu melhor vínculo com o passado e aqueles que, no futuro, provavelmente nunca deixarão você na mão.
Entenda que os amigos vão e vem, mas que há um punhado deles, preciosos, que você tem que guardar com muito carinho.
Trabalhe duro para transpor os obstáculos geográficos e os obstáculos da vida, porque quanto mais você envelhece, tanto mais precisa das pessoas que te conheceram quando você era jovem.
More em New York City uma vez.

Mas mude-se antes que ela te transforme em uma pessoa dura.

More no Norte da Califórnia uma vez.

Mas mude-se antes de tornar-se uma pessoa muito mole.
Viaje.

Aceite algumas verdades eternas: Os preços vão subir, os políticos são mulherengos e você também vai envelhecer.

E quando você envelhecer, você fantasiará que quando você era jovem: os preços eram razoáveis, os políticos eram nobres e as crianças respeitavam os mais velhos.

Respeite as pessoas mais velhas.
Não espere apoio de ninguém.
Talvez você tenha um fundo de garantia.

Talvez você tenha um cônjuge rico.

Mas você nunca sabe quando um ou outro pode desaparecer.

Não mexa muito em seu cabelo.

Senão, quando tiver quarenta anos, vai ficar com a aparência de oitenta e cinco.
Tenha cuidado com as pessoas que lhe dão conselhos.
Mas seja paciente com elas.
Conselho é uma forma de nostalgia.
Dar conselho é uma forma de resgatar o passado da lata do lixo, limpá-lo, esconder as partes feias e reciclá-lo por um preço muito maior do que realmente vale.
Mas acredite em mim, quando eu falo do filtro solar.






PortalCab







quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Queria dizer...



Eu queria dizer tantas palavras hoje...

Que preferi rezumir tudo,

com os versos do "Mário Quintana"...

Meus devaneios são tantos,

que preferi poupá-los, rsrs...

A imaginção voa...

E os pensamentos são mais rápidos que as palavras...

Tento detê-los, tento domesticá-los...

Tento entendê-los, rsrs...

Queria dizer, tantas coisas hoje...

Mas, não consigo...

Só sei, senti-las...

Então...


EU QUERIA TRAZER-TE UNS VERSOS MUITO LINDOS

Eu queria trazer-te uns versos muito lindos
colhidos no mais íntimo de mim...
Suas palavras
seriam as mais simples do mundo,
porém não sei que luz as iluminaria
que terias de fechar teus olhos para as ouvir...
Sim! Uma luz que viria de dentro delas,
como essa que acende inesperadas cores
nas lanternas chinesas de papel!
Trago-te palavras, apenas... e que estão escritas
do lado de fora do papel... Não sei, eu nunca soube o que dizer-te
e este poema vai morrendo, ardente e puro, ao vento
da Poesia...
como
uma pobre lanterna que incendiou!

(Mário Quintana)




quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Blogs e mais blogs...

Tenho navegado por vários blogs...
E lido muita coisa boa...

Me sinto mais compreendida e confortada, por saber que assim como eu, existem pessoas que passam pelos mesmos problemas, as mesmas crises, os mesmos medos, etc, etc...

Confortada, por saber que não estou sozinha que não sou a única...

Tantas poesias, tantos sentimentos, músicas, fotos, segredos, sensibilidade...
Estou feliz, por poder dividir meu interior com vocês...
Mas, principalmente feliz, por dividirem também comigo, o mundinho de cada um de vocês...

Escrever para mim é uma terapia muito gratificante, mas com o passar do tempo estou descobrindo que o mundo dos blogs, também pode ser uma deliciosa terapia...

Por isso, vamos ler muito...

Acompanhar e principalmente incentivar...
Têm muita gente boa, escrevendo por aí...
Carentes como eu, rsrs...

Mas principalmente, precisando compartilhar...

Seus pensamentos, sonhos, sentimentos...



terça-feira, 25 de novembro de 2008

Onde tenha sol é pra lá, que eu vou...

Esse vai ser meu hino, durante um bom tempo...
Gente!!! Reagir é assim...
É levantar, sacudir a poera e sair correndo, rsrs...
É!!! Porque, já se perdeu tempo demais, caída!
O que me resta é sair correndo e cantando esta canção...
Som na caixa, rsrs...
Eu estou voltando para minha vida...
* O Sol (By Jota Quest)
Ei dor...eu não te escuto mais,
Você, não me leva a nada.
Ei medo...eu não te escuto mais,
Você, não me leva a nada.
E se quiser saber pra onde eu vou,
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
E se quiser saber pra onde eu vou,
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou

Ei dor...eu não te escuto mais
Você não me leva a nada
Ei medo...eu não te escuto mais
Você não me leva a nada
E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
É pra lá que eu vou
E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá vou
É pra lá que eu vou

Yeah
Caminho do sol baby
Lalalalala
Caminho do sol baby

E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
É pra lá que eu vou
E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
É pra lá que eu vou
E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
É pra lá que eu vou
E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
É pra lá que eu vou

Lalalalalalala
É pra lá que eu vou
Lalaralara
Onde tenha sol, é pra lá que eu vou

Fonte: (Vagalume)

segunda-feira, 24 de novembro de 2008



Navego muito pela internet...
E é muito bom, poder encontrar
tanta coisa boa, como este poema de
uma página que visitei,
"www.luso-poemas.net". É bom saber, que não estamos sozinhos...





Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas

E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança

De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura

E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)



sábado, 22 de novembro de 2008

Vou deixar o meu passado passar por mim...

Gente, que desânimo! Eu não ando querendo nada...
Nossa!!! Tenho que reagir!!!
Nem o blog, que adoro escrever foi tocado ontem...
Pois é, onde vou parar assim,
rsrs.
Ânimo, "Silvia"!!! Levanta a cabeça, minha filha, rsrs...
Falo brincando mas é sério!!!
Tenho que deixar meu passado passar por mim, sabe?!
Definitivamente, para sempre!

Tenho que me lembrar e ter convicção de que a vida continua...

E que não são todas as pessoas que vão me magoar ou me fazerem chorar.

Aliás, chorar, chorar, chorar, chorar, chorar e chorar!!!!

Cheeeeeegaaaaaaaa! Estou cheia!!!
Quem me fez chorar nem está se preocupando...

Meu Deus, que mundo é esse?!!!

A verdade, a bondade, a fraternidade, onde foram parar?!!!

Às vezes, me pego pensando...
Será que só sobrou um pouquinho dessas qualidades no mundo?

Ou não sobrou nada...
Que mundo é esse?
Falsidade, dissimulação, ambição, maldade muita maldade...

Foi o quê sobrou?

É o quê está na moda?
Meu Deus!!!!!
Estou perdida!!!! (rsrsrs)
Não sei ser assim...
Me sinto, um animal em extinção...

Mas, o que eu posso fazer? Eu tenho que viver...
Então, preciso reagir...
Aprender,
Observar,
Me proteger!
O tombo que levei do mundo, foi feio, doeu muuuuito, deixou feridas...
Mas, está na hora de cicatrizá-las...

Chega de chorar, chega de auto-piedade, chegaaaaa!!!
Não quero mais a depressão como companheira!
Vou deixar "Ela" para trás...

Vou viver!
!!!!!!!
Viver vacinada do mundo!
Mas vou seguir em frente, sempre em frente...
Na velocidade necessária, para que o meu passado finalmente possa passar por mim...


quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Quero...


Quero, começar de novo...
Quero, aprender de tudo,
E ensinar depois,
Quero, conhecer direito o mundo,
Novas pessoas,
Novos lugares,
Outros ares,
Quero...
Voar,
Correr,
Cantar,
Dançar,
Sorrir,
Quero mudar,
Eu só quero viver!
Quero, sempre sonhar...
Quero...
Ser lembrada,
Ser respeitada e não usada!
Quero, amar e ser amada.
Sem medo, sem pretensão...
Quero, fazer...
Principalmente, quero fazer...
Para que tudo que eu quero,
E ainda, ei de querer...

Possa assim...
Acontecer...

(Silvia Alencar)



quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Desiste...


Me perdoe...
Não sou perfeita!
Eu tento ser, mas não consigo,

Ser perfeita!
Perfeita em tudo,
No falar,
No andar,

No sorrir,
No pensar,
No agir,
No sentir,
E até no meu existir...

Mas, não dá!
Me perdoe...

Não consigo ser perfeita!
Talvez, você esteja sendo exigente demais,
Ou somente um sonhador...

Sonhando que talvez,

Um dia eu seja perfeita!
Mas, me perdoe...

Eu simplesmente,

Não consigo ser perfeita!

Eu só consigo ser eu mesma...

Simplesmente eu...

Então, desiste de sonhar com a perfeição,
Pois, o máximo que eu consigo ser,
É ser...

Perfeitamente, eu...

(Silvia Alencar)



terça-feira, 18 de novembro de 2008

Virginía Woolf...

Adoro ler...
E acabo dividindo está paixão que tenho com vocês
neste blog.
Quando leio me transporto para outra dimensão.
Vôo nos pensamentos de outra pessoa, conheço e experimento sensações únicas, que somente uma boa leitura pode proporcionar...

Hoje selecionei umas frases de
"Virgínia Woolf".
Para quem não conhece,

"ela" é uma das mais importantes escritoras do século XX.
Simplesmente...

Maravilhosa!!!


"Esta alma, ou vida dentro de nós, sem opção concorda com a vida exterior. Se alguém tiver a coragem de perguntá-la o que pensa, ela está sempre dizendo exatamente o oposto do que as outras pessoas dizem."


"Não são as catástrofes, assassinatos, mortes, doenças, que nos envelhecem e nos matam; é a forma como as pessoas olham e riem, e apressam os passos para os ônibus."


"Se você não contar a verdade sobre si mesmo, não pode contar a verdade sobre as outras pessoas."


"Todo segredo da alma de um escritor, toda a experiência de sua vida, toda a qualidade de sua mente está melhor escrita em seus trabalhos."


"Cada um tem seu passado preso em si como as páginas de um livro conhecido por seu coração, e seus amigos só podem ler o título."


"Como mulher eu não possuo país. Como mulher, meu país é o mundo todo."


"É muito mais fácil matar um fantasma, do que matar uma realidade."

[Virgínia Woolf]



segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Clarice Lispector...


Acho que ando lendo muuuuito, "Clarice Lispector", rsrs...
Me descupem, hoje acordei, triste e angustiada, aliás já faz uns dias...
Mas, é nesses dias assim, que procuro colocar para fora, tudo que me incomoda...
E "Clarice", mais uma vez soube expressar o que sinto...
Quem sabe um dia vou escrever,
como só "ela ", sabia fazer...
Sonhar não custa nada, rsrsrs...


"Minha alma tem o peso da luz.
Tem o peso da música.
Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita.
Tem o peso de uma lembrança.
Tem o peso de uma saudade.
Tem o peso de um olhar.

Pesa como pesa uma ausência.

E a lágrima que não se chorou.

Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros."

[Clarice Lispector]



domingo, 16 de novembro de 2008

Só minha imaginação...

"The Cramberries" é tudo de bom...
Na minha trilha musical, eles são absolutos.

Em quase todas as suas músicas,
existe uma lembrança boa ou mesmo ruim, dos momentos que vivi...

Just My Imagination (By The Cranberries)
There was a game we used to play
We would hit the town on Friday night
And stay in bed until Sunday
We used to be so free
We were living for the love we had and
Living not for reality
It was just my imagination
There was a time I used to pray
I have always kept my faith in love
It's the greatest thing from the man above
The game I used to play
I've always put my cards upon the table
Let it never be said that I'd be unstable
It was just my imagination
There is a game I like to play
I like to hit the town on Friday night
And stay in bed until Sunday
We'll always be this free
We will be living for the love we have
Living not for reality
It's was not my imagination
Not my

There was a game we used to play
We would hit the town on Friday night
And stay in bed until Sunday
We used to be so free
We were living for the love we had and
Living not for reality
It was just my imagination
There was a time I used to pray
I have always kept my faith in love
It's the greatest thing from the man above
The game I used to play
I've always put my cards upon the table
Let it never be said that I'd be unstable
It was just my imagination
There is a game I like to play
I like to hit the town on Friday night
And stay in bed until Sunday
We'll always be this free
We will be living for the love we have
Living not for reality
It's was not my imagination
Not my



sábado, 15 de novembro de 2008

Mário Quintana...


ESPERANÇA

Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E
— ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...

(Mário Quintana)


sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Cansada...


"Eu não sou tão triste assim, é que hoje eu estou cansada."(Clarice Lispector)


Adoro, Clarice Lispector, ela têm um jeito de expressar sentimentos, bastante particular.
Escrevia seus sentimentos no papel, com uma autoridade absoluta.
"Ela" sabia do que estava falando...
E eu me encontro, todas as vezes que leio suas obras...



Eu estou cansada,
Cansada de tudo,
Cansada de todos,
Cansada de sonhar e não realizar,
De tentar,
De começar e não acabar,
Cansada de amar,
De perder e de ás vezes ganhar,
Cansada de falar...
Ah!!! Falar, falar, falar e só falar...
Cansada de querer e não ter,
Cansada de permitir e não impedir,
Cansada do pranto,
e tanto desancanto,
Cansada dos sonhos roubados,
Dos amigos que nunca foram amigos,
Cansada das pessoas sem amor,
Sem valor, sem sabor ...
Cansada do meu rosto,
Do meu corpo, dos meus pensamentos...
Cansada do desgosto,
Da minha dor, do desamor
Do meu grande amor...
Cansada de ficar cansada,
Cansada...
Cansada, só estou cansada...


(Silvia Alencar)



quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Então, fica...




Devo confessar...
Adoro poesia...
A poesia "Degraus" de "Mário Quintana", me inspirou a escrever esta...









Fica...

Fica parado e pense...
Pense...

Pense, no que anda fazendo...

No que anda sonhando...
No que anda dizendo...

No que anda amando...
Por quem sofre...

Por quem chora...

Por quem se entristece...
Por quem se alegra...

Qual o sentido?
Qual a meta?

Quais os sonhos?

Quais as esperanças?

E as promessas?

Pega, todos os seus sentimentos...
E guarda tudo em seu coração...

Usa o silêncio, como aliado...

E a "Fé", como sua arma protetora...

Confia em "Deus"...

E aí sim...

Segue...
Segue seu caminho...

(Silvia Alencar)



segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Desejo...

Estava lendo este poema
de Carlos Drummond...

E achei que era uma forma,
maravilhosa de desejar,
uma semana maravilhsa,
para alguém...



Desejo a vocês...
Fruto do mato

Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva

Segunda sem mau humor

Sábado com seu amor

Filme do Carlitos

Chope com amigos

Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos

Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial

E que ela goste de você

Música de Tom com letra de Chico

Frango caipira em pensão do interior

Ouvir uma palavra amável

Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua cheia

Rever uma velha amizade

Ter fé em Deus

Não ter que ouvir a palavra não

Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho.

Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor

Que nunca será rasgado

Formar um par ideal

Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal

Aprender um nova canção
Esperar alguém na estação

Queijo com goiabada

Pôr-do-Sol na roça
Uma festa

Um violão

Uma seresta

Recordar um amor antigo

Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo

Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco Bolero de Ravel
E muito carinho meu.


(Carlos Drummond De Andrade)

domingo, 9 de novembro de 2008

Coragem...

Essa música,
me dá coragem e força...
Em todos os momentos,
que preciso de "Deus",
"Ela" é tocada...




"HUMANO AMOR DE DEUS" (BY ADRIANA)

TENS O DOM DE VER ESTRADAS, ONDE EU VEJO O FIM
ME CONVENCES QUA
NDO FALAS, NÃO É BEM ASSIM
SE ME ESQUEÇO, ME RECORDAS
SE NÃO SEI, ME ENSINAS
E SE PERCO A DIREÇÃO, VENS ME ENCONTRAR

TENS O DOM DE OUVIR SEGREDOS, MESMO SE ME CALO
E SE FALO ME ESCUTAS, QUERES COMPREENDER
SE PELA FORÇA DA DISTÂNCIA, TU TE AUSENTAS
PELO PODER QUE HÁ NA SAUDADE, VOLTARÁS.

QUANDO A SOLIDÃO DOEU EM MIM
QUANDO MEU PASSADO NÃO PASSOU POR MIM
QUANDO EU NÃO SOUBE COMPREEDER A VIDA
TU VIESTE COMPREENDER POR MIM
QUANDO OS MEUS OLHOS NÃO PODIAM VER
TUAS MÃOS SEGURAS ME AJUDOU A ANDAR
QUANDO EU NÃO TINHA MAIS AMOR NO PEITO
TEU AMOR ME AJUDOU A AMAR
QUANDO O MEU SONHO VI DESMOROMAR
ME TROUXESTE OUTROS PRA RECOMEÇAR
QUANDO ME ESQUECI QUE ERA ALGUEM NA VIDA
TEU AMOR VEIO ME RELEMBRAR

QUE DEUS ME AMA, QUE NÃO ESTOU SÓ
QUE DEUS CUIDA DE MIM
QUANDO FALA PELA TUA VOZ QUE ME DIZ: CORAGEM!

Fonte: (Vagalume)


sábado, 8 de novembro de 2008

Degraus...

Nossa!
"Ele", sabia mesmo escrever...
Este é um dos meus poemas favoritos...
"Degraus" de "Mário Quintana"!

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Seja, meu tudo...

Acho, que hoje...
É o que eu mais quero e preciso...
Vou cantar o mais forte que puder...

"Seja O Centro" ( By Diante Do Trono)

Seja o centro, seja o tudo.
Em meu coração, Senhor.
Seja a vida em meu peito
Cada dia aqui e eternamente

Jesus Jesus 2x

Seja o sol que me aquece.
Em meu coração, Senhor.
Seja a força que me sustenta
Cada dia aqui e eternamente

Jesus Jesus 2x


Meu tesouro, minha razão de viver.
Meu anseio é te conhecer
Pois não há outro igual a ti
A quem tenho eu além de ti
És minha vida, és a fonte, Jesus (2ª).

Jesus...

Seja o centro, seja o tudo.
Em meu coração, Senhor.
Seja a vida em meu peito
Cada dia aqui e eternamente

Jesus
Fonte : (Vagalume)

Preciso de Ti, meu "Senhor"...

Estava navegando na internet, quando me apareceu este pedido...
Sinto, que estou muito longe de onde eu estava, o caminho de volta será longo e difícil...
Mas, eu estou voltando!
"Senhor", me receba de braços abertos e cura, minhas feridas...
Varre meu passado e lava minha alma, quero "ela" de volta...
Me dê a força necessária de combater o quê me afasta de "Ti"...
Perdão...
Quero te amar pra sempre!!!

" Ama-me por Amor somente "
Ama-me por amor somente.
Amo-a porque se sente minh'alma em comunhão constantemente
com a sua".
Porque pode mudar
isso tudo, em si mesmo, ao perpassar
do tempo, ou para ti unicamente.
Ama-me por amor do amor, e assim
me hás de querer por toda a eternidade.

(Madre Teresa de Calcutá)

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Não preciso falar...

Hoje, não preciso dizer mais nada!!!
Luiz Fernando Veríssimo, já disse tudo...

"Pensando bem em tudo o que a gente vê e vivência
e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente.
Existe uma pessoa que se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada.
Porque a pessoa certa faz tudo certinho!
Chega na hora certa, fala as coisas certas,
faz as coisas certas, mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.
Aí é a hora de procurar a pessoa errada.
A pessoa errada te faz perder a cabeça, perder a hora, morrer de amor...
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar
que é pra na hora que vocês se encontrarem
a entrega ser muito mais verdadeira.
A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa.
Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas.
Essa pessoa vai tirar seu sono.
Essa pessoa talvez te magoe e depois te enche de mimos pedindo seu perdão.
Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar 100% da vida dela esperando você.
Vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo,
porque a vida não é certa.
Nada aqui é certo!
O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo, amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo,
querendo,conseguindo...
E só assim, é possível chegar àquele momento do dia em que a gente diz: "Graças à Deus deu tudo certo"
Quando na verdade, tudo o que Ele quer é que a gente encontre a pessoa errada pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente..."

(Luis Fernando Veríssimo)

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Não sei...

Hoje, acordei com um único sentimento...
Lendo esta poesia de Fernando Pessoa, pude exatamente descobrir como me sentia!

"Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo : "Fui eu ?"
Deus sabe, porque o escreveu."

(Fernando Pessoa)

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Segunda chance...

Hoje essa música não saiu,
da minha cabeça...

Costumo relacionar a música,
com cada momento (importante ou não)
de minha vida, cada uma delas,
conta um pouco da minha estória.
Por agora, deixo a letra,
daquela que anda tocando
em meu coração.

* Same Mistake (By James Blunt)

So while I'm turning in my sheets
And once again, I cannot sleep
Walk out the door and up the street
Look at the stars beneath my feet
Remember rights that I did wrong

So here I go

Hello, hello

There is no place I cannot go
My mind is muddy but
My heart is heavy, does it show
I lose the track that loses me
So here I go

oo oooooo ooo ooo oo oooo...

And so I sent some men to fight,
And one came back at dead of night,
said "Have you seen my enemy?"
said "he looked just like me"
So I set out to cut myself
And here I go

oo oooooo ooo ooo oo oooo...

I'm not calling for a second chance,
I'm screaming at the top of my voice,
Give me reason, but don't give me choice,
Cos I'll just make the same mistake again,

oo oooooo ooo ooo oo oooo...

And maybe someday we will meet
And maybe talk and not just speak
Don't buy the promises 'cause
There are no promises I keep,
and my reflection troubles me
so here I go

oo oooooo ooo ooo oo oooo...

I'm not calling for a second chance,
I'm screaming at the top of my voice,
Give me reason, but don't give me choice,
Cos I'll just make the same mistake (REPEAT) again

oo oooooo ooo ooo oo oooo...

So while I'm turning in my sheets
And once again, I cannot sleep
Walk out the door and up the street
Look at the stars
Look at the stars, falling down,
And I wonder where, did I go wrong.

Fonte: (Vagalume)